Buscar
  • Talita Ibrahim

perguntas essenciais - você sabe fazer?

Atualizado: Jun 27

Autora: Talita Ibrahim

Data da publicação: 27/07/2020


Já parou para contar quantas perguntas você faz por dia? Ou quão direcionadas e eficientes são suas perguntas? Eu nunca parei para pensar, e um dia resolvi me desafiar. Fiz um diário para observar quantas perguntas eu fazia e quão direcionadas e eficazes eram. É espantoso a quantidade de perguntar que fazemos que são cheias de crenças e muitas vezes não chegam perto de responder o que realmente se quer saber.


Fiz um curso chamado A Arte de Fazer Perguntas com a Professora Ana Isoldi, não sabia muito o que esperar, e me surpreendi. Fazer perguntas talvez seja a mais rápida maneira linguística que temos de obter algo do outro, ou seja, uma resposta.


Para o desenvolvimento da matéria deste curso foi utilizado o livro "El Arte de Formular Preguntas Esenciales" da Dra. Linda Elder e do Dr. Richard Paul. A obra se baseia na ideia de que a qualidade de nossa vida é determinada pela qualidade de nossos pensamento, que por sua vez são determinados pela qualidade de nossas perguntas essenciais. Entende-se por essenciais às perguntas necessárias e indispensáveis sobre o assunto diante de nós.





Propósito


A figura acima foi tirada do livro e compreende o conhecimento que se inicia a partir da lógica de que todo pensamento tem um propósito e quando estou formulando uma pergunta para resolver um problema tem por trás um propósito. No entanto, muitas vezes ao fazer perguntas esquece-se qual o propósito delas ou nem se quer refletimos sobre isso.


Pergunta Chave


Todo o pensamento impulsiona a mente a fazer perguntas sobre perguntas (meta pergunta). A questão é se essas perguntas me levam ao problema que quero resolver? Para isso precisamos olhar para qual problema queremos resolver e qual pergunta pode responder a esse problema. Não há como fugir, precisa se questionar a própria pergunta, e se a mesma responde ao resultado desejado.


Informações


Todo pensamento pressupõe uma base de dados, ou seja, informações que precisam existir para responder a minha pergunta. A reflexão que precisa ser feita é se a informações que uso é a certa para a resposta que preciso? Essa informação é um fato ou se confunde com opinião? Outras questões que precisam ser reflexionadas nesse momento - Estou utilizando só os dados que me interessam ou estou usando todos? Há informações ocultas? As informações são confiáveis?


Conceitos


Todo o pensamento tem por trás uma teoria, ideias, modelo e princípios. Temos inúmeras teorias na vida e sem perceber formulamos perguntas com conceitos por trás. Para essa reflexão é preciso aprender a olhar para as teorias e tirar delas - Estou usando o conceito adequado para fazer essa pergunta ou haveria outro? Nossa teoria está baseada na lei, na ética, na moral, na nossa própria experiência?


Suposições


Todo pensamento tem crença e suposição, é daqui que derivam os pré-julgamentos, a grande armadilha para um mediador. É essencial o autoconhecimento em todas as fases da formulação de uma pergunta, mas aqui ainda mais. Perguntas que podem ajudar - O que considero que é líquido e certo? Quais as crenças que limitam o raciocínio? O que garante esses meus pressupostos vão ajudar a resolver o problema?


Ponto de vista


Todo o pensamento regula uma orientação e marco inicial. É natural a tendencia de partir de um marco inicial, mas pensando na contexto macro de uma história, o que está além de um determinado ponto de vista pode ser a chave para encontrar a solução. Quais são os pontos de vista que mais se aproxima do propósito? De que outra maneira posso olhar para isso de diferentes ângulos? De que lugar estou olhando isso? Qual o ponto de vista do outro lado?


Inferências e Conclusões


Todo pensamento pressupõe inferências e conclusões que seriam relacionados a criar significado e buscar resultados. Entender o processo conclusivo é essencial para formularmos uma boa pergunta direcionadas com o propósito. Quais são as inferências ou conclusões fundamentais ou interpretações? Como vc chegou a uma conclusão? Pode me explicar seu raciocínio?


Implicações


Todo pensamento está voltado para uma direção (sai de suposições e chega em consequências). Para isso é necessário entendermos se o processo de formulação da pergunta está orientado para o resultado daquilo que se quer saber. Quais as implicações/consequências do meu raciocínio? O que acontecerá se meu raciocina estiver certo ou errado?


Conclusões


A formulação de uma pergunta vai além do uso de verbos como - Quando, Como, Onde, Com quem, Porque, Para que. O pensamento que gera a pergunta bem formulada tem a premissa de ir direto ao ponto, economizando o tempo e escutando o interlocutor naquilo que é mais essencial.


Tudo aquilo que imagino que é próprio de mim eu elaboro e jogo para o outro como hipótese. Assim preservo a não interferência da minha própria bagagem. Pois nesse universo das perguntas não existe uma que seja 100% sem pressuposições ou experiências pessoais.


Além disso, as idéias que oferecemos são úteis apenas na medida em que são usadas diariamente para fazer perguntas essenciais. Praticar fazendo perguntas essenciais acaba levando ao hábito de fazer perguntas essenciais. Mas não podemos praticar fazendo perguntas essenciais se não podemos conceber o que são. Esse equilíbrio é um começo para entender conceitos que, quando aplicados, levam a questões essenciais.







Talita Ibrahim é capacitada em negociação internacional e resolução de conflitos pela Universidade de São Paulo, mediação de conflitos, justiça restaurativa e formada em Relações Internacionais. Há dez anos é Gestora da Organização Abraham Path no Brasil, que promove o desenvolvimento econômico na região do Oriente Médio. No passado atuou em outras organizações políticas, sociais e também bilaterais. Em 2019 foi convidada para participar como facilitadora no processo de indenização do rompimento da barragem de Brumadinho. Após uma cuidadosa pesquisa, decidiu por não seguir no processo. Está experiência resultou no início de sua empreitada na escrita. Na ocasião escreveu dois artigos e continua a escrever sobre conflitos humanitários e familiares, acesse para saber mais www.talitaibrahim.com


Referência Bibliográfica


"El Arte de Formular Preguntas Esenciales" da Dra. Linda Elder e do Dr. Richard Paul


ELDER, Linda; PAUL, Richard. El arte de formular preguntas esenciales: basado en conceptos de pensamiento crítico y principios socráticos. The Foundation For Critical Thinking, 2002. Disponível em:

http://www.criticalthinking.org/resources/PDF/SP-AskingQuestions.pdf. Acesso em 05.03.2019.

COMO ELABORAR A PERGUNTA CERTA?

Ana Luiza Isoldi

https://algimediacao.com.br/como-elaborar-a-pergunta-certa/

#fazendoperguntas #perguntando #comoperguntar #artedefazerperguntas #mediacao #facilitacao #comunicacao #escuta #talitaibrahim




58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo